quinta-feira, 18 de junho de 2015

Marés e Mágoas



Ele sorriu, ela chorou
Ele sumiu, ela desmoronou.
Feito um barco à deriva ele a deixava.
Entre marés e mágoas
Desgovernada no oceano das decepções
ela navegava.

(Luíza Gallagher)

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Borboleta




Um vento forte soprou
uma flor distraída ele levou
ela rodopiou, planou, voou
e borboleta ela virou.

(Luíza Gallagher) 

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Para Ivy

Menina dos olhos negros
e do nariz de botão.
Moça travessa
que mora no meu coração.

Menina da doçura infinita
e da felicidade irrestrita.
Dos pulos, das corridas
das mordidas e das lambidas.

Pequena travessa
que o meu peito atravessa
feito flecha em combustão.

Pequena e rápida
um mini furacão
que logo domina o meu coração.

(Luíza Gallagher)