sexta-feira, 27 de junho de 2014

Anny e Elliot



Ao ver o vídeo Anny chorou, chorou até o fim de suas forças. Não podia ser verdade, não, ele não faria isso, ela sabia que não. Ela se culpava, por quê era sempre tão quieta e tímida? Talvez se ela tivesse tido coragem, talvez se ela falasse com ele... Anny amava Elliot.


(Luíza Gallagher)


*A história acima apesar de ter base em um fato real possui elementos literários criados por mim, portanto fictícios. 

terça-feira, 24 de junho de 2014

Feliz Aniversário!






E lá estava ele parado, meio sem jeito, perdido em meio a tantos parabéns, votos de felicidades e toda essa coisa clichê dos aniversários. Logo ele que não liga para datas festivas, que tem a capacidade de esquecer, por vezes, do próprio aniversário.
Desejos de felicidades, de saúde, de coisas boas e na verdade o que ocorre é a passagem do tempo. Mais um ano completo... Mais um ano. A cada dia que passa está mais velho, ou "menos novo", como gosta de dizer.
Para trás há todo o caminho percorrido. Histórias, pessoas, lugares, toda uma vida. Pela frente há um enorme e desconhecido caminho que promete ainda mais histórias, risos e lágrimas. Mas hoje não, hoje ele apenas relembra todo o percurso que já fez. Agradece por cada amigo e entre risos lembra os bons momentos.
Coisas ficam para trás, sempre ficam. Porém há sempre coisas pela frente, hão de vir mais e mais alegrias!
Hoje é um dia especial, todo dia é. Mas hoje é o fim de um ciclo, o início de outro e cá estamos nós.
Como não posso deixar de cair no bom e velho clichê estou aqui para te dar os parabéns. Desejar-te felicidade, saúde, coisas boas e realizações de sonhos. Sabe como é... eu, tão óbvia, quero apenas mais uma vez dizer que te amo e que você é a melhor coisa que aconteceu na minha vida.
Feliz aniversário Rodrigo!